Para não errar mais: Aprenda a calcular os lucros de um salão de beleza

Categorias: Gestão, Despesas, Estoque, Financeiro, Planejamento

Você tem noção do quanto você ganha em cada serviço prestado do seu salão de beleza? Sabe o valor que seu negócio lucrar no final do mês? Ou seja, você sabe calcular os lucros do seu estabelecimento?

Ter essas informações é o que mantém seu empreendimento funcionando, te ajuda a precificar os serviços, fazer promoções e auxiliar na avaliação de investimentos futuros.

Por isso é importante que você aprenda como calcular o lucro de serviços do seu salão de beleza.

No Brasil, mesmo em tempos de crise, o mercado da beleza é um dos poucos em que os números não param de crescer, tanto que nosso país é o terceiro maior país consumidor de cosméticos no mundo, e os salões de beleza já são mais de 600.000 em todo o território nacional!

Sendo assim, podemos perceber que o cenário é favorável ao lucro sim!

Mas, afinal, como identificar o lucro do seu salão?

Hoje nós do Trinks vamos te ensinar a como calcular os lucros do seu salão de beleza de forma correta!

Por que é importante calcular os lucros do salão de beleza

Todo empreendimento precisa de lucro para funcionar. Apenas faturar e gastar, na mesma medida, não levam ao crescimento. Por isso, é primordial que você, dono do estabelecimento, saiba se seu salão de beleza está dando o retorno esperado ou não.

Até porque, para definir preços dos produtos ou serviços, é necessário entender qual a margem de lucro de cada um deles; assim como saber possibilidades de comissões dos seus profissionais, caixa para melhorias no ambiente, e etc.

Para saber ao certo no final do mês o quanto você faturou, de fato, e até mesmo para poder criar promoções e atrair mais clientes. 

Entender a lucratividade do salão de beleza é fundamental para fazer uma boa administração do estabelecimento.  

Mas lembre-se, que apesar do lucro ser uma parte importante, você deve manter os preços do seu salão acessíveis, para atrair clientes e ganhar em maior quantidade, pois não adianta nada os preços dos seus produtos e serviços serem exorbitantes e você ter poucos clientes em decorrência disso.

Mas agora vamos a parte mais importante, como fazer o cálculo da lucratividade do seu salão de beleza?

1.  O que acompanhar de pertinho em seu salão de beleza 

Sabemos que nem todo mundo é adepto àquela parte chata de ter que pegar o lápis, a caneta e a calculadora, porém como já dissemos acima, isso é fundamental para o funcionamento do seu negócio. Pagar as contas conforme elas vão chegando, sem um planejamento, ou um cronograma de gastos e de recebimento, pode afetar diretamente nos seus lucros finais. Para evitar isso e compreender quanto o seu salão tem lucrado é preciso prestar atenção nas seguintes coisas: 

Faturamento

Saber o seu faturamento, nada mais é que saber a quantidade de dinheiro bruto que entrou no caixa. É importante escolher um período para fazer o cálculo de quanto foi recebido pelos serviços e produtos do seu salão de beleza.

Custos fixos

São aqueles custos que não tem como evitar, todo mês eles esperarão por você. Como por exemplo: Aluguel, internet, luz, água, produtos e outros gastos que, independentemente de quantos atendimentos foram realizados, precisarão ser considerados e pagos. Então vamos levantar quais poderiam ser todos eles:  

  •  Aluguel e condomínio;
  •  Luz;
  • Água;
  • Telefone;
  • Internet/Televisão;
  • Software de gestão especializado (é algo opcional, porém super necessário)
  • Contador para auxiliar nos documentos necessários e fazer o acompanhamento financeiro do seu salão;
  • Impostos (Máquina de cartão, tarifas de conta bancária, tarifas de cartão de crédito, folha de pagamento. Aproximadamente 14%);
  • Benefícios dos seus funcionários;
  • Provisão 13º;
  • Remuneração CLT para assistente, recepcionista e outros funcionários;
  • Pró-Labore, para remuneração de sócios;
  • IRPF SÓCIOS;
  • INSS SÓCIOS;
  • Materiais de limpeza;
  • Materiais de escritório;
  • Produtos de beleza para os funcionários trabalharem;
  • Marketing e publicidade;
  • Segurança;
  • Orçamento para despesas emergenciais.

Custos variáveis

Nos custos variáveis, já entram gastos que podem variar de acordo com o seu atendimento, como por exemplo: se você tiver muitos serviços de manicure, terá um gasto maior com aparatos para que elas façam as unhas, com esmaltes, acetona, algodão. 

Também existem outras despesas variáveis ao longo do ano, como IPTU, manutenção do seu salão e dos eletrodomésticos utilizados nele. Em resumo é sempre importante contar com um dinheiro extra todo mês para eventualidades que venham a surgir.

Veja também: Como fazer meu controle financeiro? Programas x sistema para salão de beleza

Por que é importante calcular os custos fixos e variáveis do seu salão de beleza

Cabeleireiro feminino fazendo penteado para mulher morena no salão de beleza Foto gratuita

Ter um registro de todos os custos é imprescindível na hora de pensar em estratégias de redução de gastos, e de projetar o futuro do seu salão.

Saber fazer a diferenciação entre esses tipos de despesas auxilia na precificação dos serviços oferecidos, além de melhorar o controle dos gastos através da verificação do fluxo de caixa.

Fazer o cálculo dos custos fixos e variáveis gera a possibilidade de elaborar diversos planos de redução de gastos, para dessa forma elevar o seu faturamento.

Ter todas essas informações organizadas de forma correta, permite saber se o seu negócio está dando lucro ou prejuízo.

Sendo assim, é importante manter um histórico atualizado de custos fixos e variáveis, e através deles traçar matas para aumentar o lucro do seu salão de beleza.

É uma ótima ideia também investir em um programa ou sistema de gestão financeira, para auxiliar nessa área e conseguir realizar, de forma mais simples, um planejamento adequado, com visão de todos os dados e relatórios prontos.

Uma parte muito importante para conseguir realizar mudanças e trazer melhorias para o seu negócio, é saber calcular não apenas os custos fixos e variáveis, mas também a margem de contribuição e um ponto de equilíbrio entre ambos.

Além de oferecer serviços de qualidade, e prezar pelo bem-estar dos clientes e funcionários, podemos perceber que ter um salão de beleza também implica em entender sobre alguns processos relevantes de gestão e administração de empresas, para que seu negócio tenha sucesso.

2.  Como calcular os lucros do seu salão de beleza

Para isso vocês não precisam ser nenhum expert em matemática, não fiquem com medo. O que vamos ensinar são contas bem simples e o resultado é o mais importante.

Nós vamos utilizar operações simples, então tenha em mãos uma calculadora para ajudar a não se perder nas contas.

Vamos usar as seguintes informações para calcular a lucratividade do seu salão de beleza:

  • Faturamento;
  • Custos fixos e variáveis;
  • Margem de lucro por serviço e do negócio.
  • Calculando o faturamento

Primeiramente é necessário saber o valor que você faturou em um determinado período – dia, semana ou mês e somar todos esses valores.

 Caso você queira analisar por serviço, também pode somar separadamente o valor lucrado em cada um deles. Como por exemplo, em um mês você vendeu 5 mil reais de unha e 7 mil de Hidratação de cabelo, totalizando 12 mil reais.

Agora, se você está apenas organizando seu futuro, você pode fazer essas contas da seguinte forma:

  1. Saiba a sua capacidade em cada serviço diário (por exemplo, quantos funcionários você tem e a duração de cada procedimento);
  2. Precifique cada serviço;
  3. Tenha uma estimativa de quanto de cada serviço você venderá por dia (Respeitando a capacidade do seu salão e contanto que nem sempre você terá 100% da sua agenda cheia).
  4. Multiplique a quantidade de cada serviço com seu respectivo preço. Essa será uma estimativa do seu faturamento diário. Agora é só multiplicar pelo número de dias do período – se for 1 semana 7 dias (7X), se for 1 mês (30X). Lembre-se dos domingos, feriados e segundas.

Você pode optar por calcular seu lucro diário, semanal ou mensal. Basta fazer o cálculo dos dias em questão.

  1. É só somar todo o faturamento no período além de todos os custos fixos mensais (se for na semana, é só dividir por 4);
  2. Levante todo o custo variável e some com os custos fixos;
  3. Subtraia o faturamento dos custos fixos + variáveis;
  4. Este será seu lucro.

Como podemos perceber, para calcular os lucros do seu salão de beleza é muito importante ter os custos e gastos muito bem controlados, assim como todo o faturamento dele. 

Tendo esses dados, é possível você ter informações mais precisas, como qual serviço do seu salão vende mais, ou qual vende menos, e ate mesmo saber quais serviços são mais procurados de acordo com os dias da semana.

E através desse conhecimento você pode ter maior certeza se é válido ou não eliminar algum serviço, aumentar os preços ou qual o preço mínimo você pode colocar em uma promoção, sem afetar seu lucro no final do mês.

Confira também: Saia do papel: 4 dicas para organizar a gestão financeira do seu salão de beleza

Mas sabemos que coletar esses dados e processá-los nem sempre é algo simples, e demanda tempo e concentração, por isso diversos salões tem buscado programas para salão de beleza.

Esperamos que esse artigo que nós do Trinks preparamos ajude vocês na hora de calcular os lucros do seu salão de beleza! Continuem acompanhando nosso blog para mais dicas e novidades para salão de beleza!

sobre o autor:

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *