Profissionais

Como lidar com a ansiedade em tempos de COVID-19

Como-lidar-com-a-ansiedade-em-tempos-de-COVID-19

Imagino que não esteja sendo fácil pra você que está angustiado com tudo que vem acontecendo no mundo. Tenho visto pessoas com medo de serem infectadas, de perderem o emprego ou do negócio “quebrar” devido às dificuldades financeiras.

Vejo pessoas angustiadas por estarem isoladas em casa, com sentimento de solidão. Imagino que não esteja fácil também para os profissionais da saúde que estão na linha de frente contra esse vírus.

Gostaria de dizer que é comum sentir medo, ansiedade, desespero e insegurança neste momento, pois é uma situação desconhecida e incontrolável. Tudo bem sentir isso.

Realmente é um momento complicado, em que devemos tomar as devidas precauções. Isso requer um distanciamento físico de pessoas, mas pode ser uma oportunidade de aproximação maior com você mesmo.

Será que esse momento não era o que você precisava para pensar um pouco mais em você?

Sei que essa pandemia pode tirar toda a sua atenção, principalmente pelas diversas informações sensacionalistas encontradas na televisão e na internet. 

Mas vamos pensar aqui juntos: será que essa ansiedade que você está sentindo, já aconteceu em outras situações da sua vida? Ou seja, você costuma se sentir ansioso frente às situações turbulentas? Porque isso pode não ter surgido agora com o COVID-19.

Falando de agora, o que gera ansiedade nesse período da pandemia é tentar controlar o que é incontrolável.

Então, quando percebemos que não é possível controlar tudo, entendemos melhor a situação atual, nos permitimos avaliar o que de pior pode acontecer e assim encontramos oportunidades, formas de alavancar o conhecimento, receber e absorver novas experiências para no final de tudo isso, estarmos preparados para as mudanças que esse momento pode apresentar.

Você percebeu que a partir dessa pandemia melhoramos os hábitos de higiene? Que tivemos chance de nos aproximar da nossa família? Que tivemos oportunidade de pensar em novas atividades diárias para ocupar o tempo? Que empresas menores puderam faturar mais por aderir o delivery? Por que tudo isso não aconteceu antes?

Diante disso, mudamos nossos comportamentos para nos adequarmos à realidade da pandemia. Por isso, quando tudo passar, podemos também adotar novas formas de pensar sobre o nosso eu, além de inovar o trabalho, adotar novas estratégias e oferecer novos serviços e produtos.

Deixo essa mensagem para reflexão. Pensar não é uma tarefa fácil, mas é o caminho.

Se você entende que não está fácil lidar com isso sozinho, procure ajuda de um profissional.

Abraços,
Renata Martins
Psicóloga Clínica – CRP 06/143312

Contatos

Telefone: (11) 98394-7108
Instagram: @psicologa.renatamars

Veja também: Dez dicas para negócios de beleza enfrentarem a crise COVID-19

sobre o autor:

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *