Beleza

Minoxidil: Tudo que você precisa saber.

Minoxidil-Tudo-que-você-precisa-saber

Você já ouviu falar de Minoxidil? Sabe para que serve? Conhece seus efeitos colaterais? Funciona de verdade? Existe uma polêmica muito grande sobre o uso desse medicamento (isso mesmo, medicamento) para aumentar o crescimento de pelos.

Como o público está completamente dividido sobre a efetividade desse tratamento, nós vamos mostrar tudo que você precisa saber sobre o assunto.

O que é o Minoxidil?

Em um primeiro momento, o Minoxidil, era utilizado para tratar pessoas que sofriam de pressão alta, pois ele dilata os vasos sanguíneos para aumentar a quantidade de sangue que chega no coração, diminuindo o risco de infarto. O seu principal efeito colateral era fazer crescer pêlos pelo corpo.

Assim que a indústria farmacêutica descobriu o potencial de mercado desse medicamento, ele deixou de ser utilizado na área da cardiologia e passou a ser utilizado em um novo nicho. Obviamente foram feitos estudos e algumas alterações foram realizadas em sua fórmula original.

Como Minoxidil funciona?

O Minoxidil alarga o folículo capilar, fazendo o pelo nascer mais grosso e forte. Ele também ajuda com o nascimento de novos fios de maneira uniforme e em maior quantidade. Se for utilizado frequentemente, faz com que o os cabelos tenham um ciclo de maior crescimento. Por ter tido a sua fórmula alterada, seu uso é razoavelmente seguro.

Podemos ver que o tratamento com Minoxidil é uma ótima maneira de combater a calvície, impedir quedas de cabelo e fazer crescer novos pelos. Mas que fique bem claro que o medicamento atua apenas em folículos vivos, ou seja, dependendo da situação da pessoa, o resultado pode não ser o esperado.

Recomendamos sempre consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, pois ele vai poder fazer uma análise clínica do seu caso.

Como é feito o tratamento com Minoxidil?

Existem duas fórmulas diferentes de Minoxidil que podem ser utilizadas para tratamento capilar: uma mais concentrada com 5% e outra mais leve com 2%. Para um resultado mais eficiente, o recomendado é a versão mais concentrada, bastante usada por pessoas que estão iniciando o tratamento. Já a versão mais leve é mais utilizada para manter o resultado esperado.

O medicamento é aplicado em cima do local onde deseja que cresça cabelo e é muito importante o local estar seco. Nas versões mais comuns o Minoxidil é utilizado com conta gotas ou em spray. Não existe um tempo determinado para se obter o resultado esperado, por isso o tratamento deve ser contínuo.

É indicado que o Minoxidil seja utilizado, no mínimo, duas vezes por dia.

Minoxidil com prescrição médica

Em casos mais drásticos algumas pessoas precisam usar o Minoxidil em forma de comprimido. Quando isso acontece, o medicamento é feito de forma controlada em farmácias de manipulação e precisa de receita médica para ser produzido. Por isso é muito importante fazer um acompanhamento do tratamento com um bom dermatologista.

Minoxidil para mulheres

Pouca gente sabe, mas o Minoxidil também pode ser utilizado pelo público feminino. Obviamente ele deve ser consumido em uma dosagem menos concentrada. Infelizmente, no Brasil, não é comercializado uma fórmula específica para as mulheres, sendo necessário procurar uma farmácia de manipulação. Mas existem algumas marcas importadas que produzem esse medicamento.

Geralmente, o produto é usado no couro cabeludo. O medicamento quando  utilizado em uma dosagem mais forte, 5%, ele pode causar o crescimento de pelo indesejados no rosto.  

Minoxidil para homens

A utilização do Minoxidil pelos homens é mais comum no Brasil, tendo em vista que os medicamentos comercializados na maioria das farmácias são todos voltados para o público masculino.

É recomendado a utilização para pessoas que sofrem de calvície, alopecia areata (que é uma doença inflamatória que causa queda de cabelo), eflúvio telógeno (uma condição que é caracterizada pela queda de cabelo, principalmente no banho ou na hora de pentear), tricotilomania (que é um distúrbio comportamental que faz com que a pessoa arranque pelos ou tufos de cabelos) e para simplesmente a vontade de ter barba e cabelos maiores.

Quem não pode utilizar o Minoxidil?

O medicamento não deve ser usado nos seguintes cenários:

  • Queda de cabelo repentina;
  • Motivo da queda de cabelo desconhecida;
  • O couro cabeludo já estiver sendo tratado com outro medicamento;
  • Couro cabeludo irritado, dolorido, infeccionado ou vermelho;
  • Em crianças e bebês;
  • Gestantes ou em período de amamentação.

Pessoas com problemas cardíacos devem consultar um cardiologista e dermatologista antes de iniciar o tratamento, pois nesses casos o medicamento pode ser muito perigoso.

Quando interromper o tratamento com Minoxidil?

Existem algumas situações em que se deve suspender o medicamento imediatamente caso esteja com os seguintes sintomas:

  • Batimento cardíacos acelerados;
  • Ganho repentino de massa corporal;
  • Surgimento de pelos em outras partes do corpo;
  • Inchaço nas mãos e nos pés;
  • Desmaios e tontura;
  • Dores no peito;
  • Irritação no local da aplicação do medicamento.

Efeitos colaterais do Minoxidil.

De maneira geral, os efeitos colaterais mais comuns são irritação e coceira na área em que o remédio foi aplicado, o que acaba sendo algo bem comum de acontecer. Mas caso estes sintomas continuem por mais de dois meses, recomenda-se a suspensão do medicamento e  que procure um dermatologista para saber o que está acontecendo.

A solução 5% concentrada tem álcool em sua fórmula, por isso pode causar irritação nos olhos. Caso o medicamento caia na vista, lave com água fresca e corrente.

Mas não precisa se desesperar. Pesquisas apontam que esses efeitos colaterais se manifestaram em apenas 2% das pessoas que utilizaram. E é normal que os sintomas se manifestem nos períodos iniciais do tratamento, geralmente entre o período de dois a quatro meses.

O uso do Minoxidil de forma oral, através de comprimido, ou em dosagens maiores, pode causar:

  • Fraqueza;
  • sensação de aperto no coração;
  • suor nas mãos e nos pés;
  • vertigem;
  • dores de cabeça.

Como evitar efeitos colaterais

Para que não ocorra resultados indesejados, como crescimento de pelos em outras partes do rosto, é necessário que alguns cuidados sejam tomados. Como foi dita anteriormente em algumas partes do texto, é extremamente necessário que o Minoxidil seja aplicado apenas na região onde deseja que cresça novos fios. Depois de utilizar o produto e espalhar no local desejado, lave bem as mãos com água e sabão. Em relação a doses noturnas, espere de duas a quatro horas para que a pele possa absorver o medicamento adequadamente.

Perguntas frequentes


1 – Faz cair cabelo?

Sim. Em fase inicial o mediamente faz cair os fios mais frágeis para que possam crescer fios maiores e mais resistentes. Este é um efeito temporário e dura no máximo um mês.

2 – Causa impotência?

Não. Por mais que seja um medicamento com hormônios, o Minoxidil não causa impotência sexual.

3 – Pode ser utilizada nas sobrancelhas e cílios?

Sim. Existem versões específicas para sobrancelhas.

4 – Faz mal?

As versões em spray e em conta gotas não são prejudiciais à saúde. Mas quando o medicamento é em formato de comprimidos, é necessário acompanhamento médico para evitar problemas.

5 – É injetável?

Não. De forma alguma o Minoxidil deve ser consumido de forma injetável.

Bom, curtiu nossas dicas? Esperamos que sim! Agora você pode fazer uso consciente do produto. Mas lembre-se de consultar um especialista antes. Fique nos Trinks e até a próxima!

sobre o autor:

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *